Imigrantes

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Imigrantes

A história das migrações está conectada à origem do homem. Em geral ela é motivada pela busca de melhores condições de vida e de trabalho, ou ainda para fugir de perseguições ou discriminações religiosas ou políticas. O tema da migração nunca deixou de ser pungente: nos dias atuais presenciamos expressivas ondas migratórias, principalmente para países desenvolvidos do continente europeu e americano, e uma consequente (e crescente) onda de xenofobia, que pode culminar com a construção de muros para impedir a entrada dos imigrantes onde não são bem-vindos.

As camadas de tinta branca operam no sentido da sobreposição, do apagamento, do silêncio e da transmutação de uma realidade em outra. Fazem referência à passagem do tempo e também a uma violência (simbólica ou mesmo gestual/física) sofrida por tantos imigrantes ao se verem obrigados a deixar para trás seu país de origem, cultura e costumes. Ao mesmo tempo, a opção pelo grande formato das pinturas se dá pela necessidade de amplificar e permitir que o público se aproxime destas memórias e seus pormenores; porém, a compreensão do todo só se realiza quando se dá um passo para trás. Para compreender o passado, precisamos de distanciamento (temporal, emocional, físico).


Selecionado para a Exposição do Prêmio Aliança Francesa de Arte Contemporânea, Florianópolis, 2017. Selecionado para a Bienal Internacional de Arte de Curitiba, braço SC, 2019.


"As camadas de tinta branca operam no sentido da sobreposição, do apagamento, do silêncio e da transmutação de uma realidade em outra."