Cenas

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Cenas

O conceito de cena, tanto no teatro quanto no cinema, está centrado na continuidade espaço-tempo. Na pintura figurativa clássica, a narrativa da cena é a essência da obra, estabelecendo semioticamente um canal de diálogo com o espectador. Hoje, com os múltiplos meios de registros visuais, a memória é uma aproximação do real, retida através de simulacros de realidade. A pintura figurativa contemporânea possibilita explorar as questões de espaço-tempo através de uma perspectiva de distorção desses registros visuais, que substituem a realidade por uma simulação, como uma memória inventada.

As pinturas aqui reunidas, além da representação de reminiscências de infância, são criações baseadas em situações particulares e em registros fotográficos e cinematográficos, alguns deles tendo sofrido alterações de cores e desgastes do tempo.

Estas cenas são também uma reflexão sobre a recriação das emoções a partir da distorção da realidade. São um conjunto de representações que se propõem a revelar situações vagamente familiares, como memórias distantes e fragmentadas, que podem revelar uma aparente intimidade.



"A pintura figurativa contemporânea possibilita explorar as questões de espaço-tempo através de uma perspectiva de distorção de registros visuais."